INSS: Anasps busca agilizar autorizao do novo concurso | IPC
Noticias

NOTCIA

08/05/14

INSS: Anasps busca agilizar autorizao do novo concurso

Segundo os deputados Amauri Teixeira (PT/BA), presidente da comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, Roberto Santiago (PSD/SP) e André Figueiredo (PDT/CE), um novo concurso para o cargo de técnico do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) será autorizado em junho pelo Ministério do Planejamento. Os parlamentares estiveram reunidos no mês passado com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, que adiantou a informação. O presidente da Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social (Anasps), Alexandre Barreto Lisboa, falou sobre a importância da reposição do quadro de pessoal do INSS. “Queremos sempre novos concursos para que possamos atingir a lotação ideal e assim podermos prestar um serviço de maior qualidade”, disse o sindicalista. “Espero que por estarmos num ano eleitoral não haja contratempos”, concluiu.

O INSS pediu ao Planejamento a contratação de 3.080 vagas, sendo 2 mil para técnico do seguro social e 1.080 para perito médico previdenciário, que, segundo os deputados, ficará de fora da autorização. O cargo de técnico requer o nível médio e proporciona remuneração de R$4.400,87 (já contando com a gratificação de atividade Executiva e de desempenho de atividades do Seguro Social – 80 pontos). Já a função de perito exige graduação em Medicina e inscrição no conselho regional da categoria. Os rendimentos são de R$10.056,80 (considerando 80 pontos de gratificação de desempenho de atividade de perícia médica previdenciária). O INSS tem lutado para recompor o seu quadro de pessoal. Atualmente, mais de 10 mil servidores estão na ativa somente porque recebem abono de permanência. Esses profissionais, em breve, irão se aposentar e precisarão ser substituídos. Além disso, o déficit de pessoal atinge todas as carreiras da Previdência Social.

No último concurso para as carreiras, realizado em 2011, os técnicos resolveram 60 questões objetivas, sendo 20 sobre Conhecimentos Gerais (Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática) e 40 sobre Conhecimentos Específicos. Para os médicos, foram cobradas 80 questões – 30 agrupando as disciplinas de Português, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Administrativo, e 50 específicas. A aprovação esteve condicionada à obtenção de, pelo menos, 30% de acertos em Conhecimentos Gerais, 30% em Conhecimentos Específicos e de 40% do total de pontos da prova. Os peritos aprovados nessa etapa passaram por uma avaliação de títulos. A organização coube à Fundação Carlos Chagas (FCC).

Fonte: Folha Dirigida

VEJA TAMBM

Est com dvidas?
Fale com um de nossos atendentes, em tempo real, e saiba mais sobre os cursos.
Receba informaes sobre
os principais concursos
pblicos gratuitamente.

CADASTRAR SEU E-MAIL

9679.7198
9864.8015
9970-7273

8926.8989

8106.5005
8177.9754

8465.5763
QUER CONCORRER A
BOLSAS DE ESTUDOS
INTEGRAIS E PARCIAIS?